Diferença entre glândulas endócrinas e exócrinas

As glândulas endócrinas e exócrinas são órgãos especializados que liberam pequenas quantidades de hormônios em nosso corpo. Esses hormônios afetam muitas mudanças no corpo humano, tanto dentro como fora. Este artigo explica as diferenças entre essas duas glândulas muito importantes.

Tabela de resumo

Glândulas endócrinas Glândulas exócrinas
Liberar hormônios na corrente sanguínea Liberar enzimas através de vários dutos
Inclui glândulas tireóide e paratireóide, testículos, ovários, glândulas pituitária, pineal e adrenais Inclui glândulas sudoríparas, glândulas mamárias e glândulas salivares
Responsável por regular o crescimento, funções reprodutivas, produção de leite materno, etc. Responsável por regular a digestão, temperatura corporal e evitar que os olhos sequem

As glândulas endócrinas são glândulas do sistema endócrino responsáveis ​​pela secreção de hormônios no sangue. Esses hormônios são responsáveis ​​por muitos processos fisiológicos em nosso corpo, como metabolismo, funções reprodutivas, fluxo menstrual e muito mais. O sistema endócrino é composto pelas principais glândulas, como a glândula pituitária, glândula pineal, pâncreas, testículos, ovários, as glândulas paratireóide e tireóide, glândulas supra-renais e hipotálamo.

As glândulas endócrinas secretam hormônios no sangue. Isso torna o tempo de resposta do corpo a esses hormônios relativamente lento, pois o sangue os transporta por todo o corpo. Embora o tempo de resposta seja longo, os efeitos dessas secreções duram muito tempo. Isso é possível porque o sangue que contém a secreção é filtrado pelos rins antes de ser entregue ao órgão-alvo.

Glândulas exócrinas são glândulas responsáveis ​​por substâncias que passam por uma rede de dutos e, eventualmente, são liberadas em uma superfície interna ou externa. Essas superfícies incluem as glândulas mamárias, glândulas sebáceas e glândulas produtoras de muco. Exemplos dessas glândulas incluem glândulas sudoríparas, glândulas salivares e glândulas digestivas. Essas glândulas secretam substâncias que ajudam a regular várias funções essenciais do corpo. As glândulas lacrimais localizadas nos olhos ajudam a evitar que eles sequem. Os fluidos secretados pelas glândulas sudoríparas ajudam a regular a temperatura corporal.

As secreções das glândulas exócrinas respondem mais rapidamente à medida que essas secreções são transferidas por alguns dutos e liberadas exatamente na área-alvo. Além disso, as secreções glandulares exócrinas não passam pelo rim e não ocorre reabsorção. Assim, os efeitos dessas secreções não duram muito. Por exemplo, suar e chorar não duram muito e param depois de um certo tempo.

As glândulas exócrinas são caracterizadas por uma porção do ducto (ductos ramificados ou não) e uma porção glandular. A porção glandular pode ser glândulas tubulares ou acinares (isto é, glândulas alveolares). Também pode ser uma combinação dos dois e é chamado tubuloacinar. A porção glandular que se ramifica é chamada de glândula ramificada. Em termos de como as substâncias são excretadas, as glândulas exócrinas são agrupadas em glândulas holócrinas, apócrinas e merócrinas.

Glândulas Endócrinas vs Exócrinas

Então, qual é a diferença entre as glândulas endócrinas e exócrinas? Embora haja um punhado de órgãos no corpo humano que funcionam como ambos (por exemplo, fígado, pâncreas), as glândulas endócrinas funcionam de forma diferente das glândulas exócrinas.

As glândulas endócrinas secretam hormônios no sangue. Esses hormônios liberados na corrente sanguínea controlam vários processos fisiológicos, como metabolismo, funções reprodutivas e fluxo menstrual, para citar alguns. Por outro lado, as glândulas exócrinas produzem substâncias que são secretadas nas superfícies epiteliais (tecido) através de um ducto. Essas enzimas ajudam a regular os processos essenciais do corpo, como suor, digestão de alimentos e evitando que os olhos sequem.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *