Diferença entre Hedge Fund e Private Equity Fund

Os fundos de hedge e fundos de private equity são tipos alternativos de investimentos que podem fortalecer e diversificar a carteira de um investidor. Mas, embora ofereçam maneiras de gerar lucro, existem fatores que estabelecem uma linha divisória entre os dois.

Tabela de resumo

Fundo de Hedge Private Equity
Um fundo de investimento aberto Um fundo de investimento fechado
Normalmente usado para commodities negociáveis, como derivativos, títulos e ações Normalmente usado para financiar empresas ou propriedades privadas
Concentra-se em retornos de curto prazo Concentra-se em retornos de longo prazo
É necessário um investimento único imediato Não envolve um investimento único imediato
Envolve riscos mais elevados Envolve riscos mais baixos
O desempenho é medido com base em um benchmark específico O desempenho é medido com base em uma Taxa Interna de Retorno (IRR) e uma taxa mínima

Um fundo de hedge é um veículo de investimento usado por investidores credenciados que reúnem fundos de diferentes fontes para investir em mercados locais e internacionais.

Um fundo de private equity é um tipo coletivo de esquema de investimento usado por indivíduos de alto patrimônio líquido que investem em empresas e empresas privadas em troca de participação acionária.

Hedge Fund vs Private Equity Fund

Cada veículo de investimento tem seu próprio caráter, e esses dois não são exceção. Abaixo estão algumas das principais diferenças entre um fundo de hedge e capital privado:

Estrutura

Um fundo de hedge é um fundo de investimento aberto que oferece flexibilidade em termos de transferibilidade. Como o termo indica, esse tipo de fundo está sempre aberto, o que significa que os investidores podem investir ou resgatar fundos a qualquer momento, desde que dentro dos parâmetros de liquidez.

Isso é completamente oposto para um fundo de private equity, que é um fundo de investimento fechado que segue restrições em termos de transferibilidade e não pode ser marcado a mercado por um período de tempo específico. Simplificando, os fundos estão bloqueados e não podem ser resgatados dentro de três a cinco ou sete a dez anos, dependendo do contrato.

Alocação de fundos

Os fundos de hedge são comumente usados ​​para cultivar commodities negociáveis, onde o portfólio de fundos pode mudar significativamente diariamente. Exemplos dessas commodities incluem derivados, títulos e ações. Os fundos de private equity, em comparação, concentram-se no financiamento dos custos operacionais de propriedades ou empresas privadas.

Prazo

Um fundo de hedge concentra-se em ativos que podem ser liquidados imediatamente ou em um prazo mais curto, enquanto um fundo de private equity é voltado para retornos de longo prazo que podem variar de três a dez anos, dependendo do investidor.

Capital de investimento

Para investir em um fundo de hedge, os investidores precisam fornecer imediatamente um investimento único, que é financiado em títulos negociáveis. Um fundo de private equity, por outro lado, é um veículo de investimento que não necessita de financiamento imediato. Em vez disso, o investidor se compromete a pagar uma determinada quantia assim que o fundo for acionado.

Nível de risco

Os riscos são inerentes a todos os tipos de investimentos, mas entre os dois, os fundos de hedge envolvem riscos maiores, pois se concentram em obter os maiores retornos de curto prazo.

Medição de desempenho

Uma vez que a carteira de um fundo de hedge muda drasticamente mesmo em uma base diária, seus retornos são avaliados com base em uma referência específica. Esses fundos são medidos continuamente, uma vez que os investimentos são feitos em vários mercados de títulos em tempo real.

O desempenho dos fundos de private equity, por outro lado, é medido com base em uma Taxa Interna de Retorno (TIR) ​​e uma taxa mínima de retorno, que é uma taxa mínima de retorno exigida definida pelo investidor. Ao contrário de um fundo de hedge, o retorno do investimento é realizado após atingir a taxa mínima de retorno, o que geralmente acontece durante os últimos anos de investimento.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *