Diferença entre Judo, Jiu-Jitsu e Brazilian Jiu-Jitsu

Você está interessado em praticar um esporte? Um esporte de contato, talvez? O que você diz sobre o judô? Ou o Jiu-Jitsu é mais o seu estilo? E sempre há o Jiu-Jitsu brasileiro para levar em consideração. Se essas perguntas o deixassem confuso e você não soubesse qual desses esportes escolher, é melhor você ler este artigo. Você descobrirá as diferenças entre o Judo, o Jiu-Jitsu e o Jiu-Jitsu Brasileiro.

Tabela de resumo

Judo Jiu Jitsu Jiu Jitsu brasileiro
Desenvolvido em 1882 Criado no Japão Feudal A primeira escola foi inaugurada no Brasil em 1925
Fundado por Jigoro Kano, presidente da Universidade de Educação de Tóquio Foi praticado pelo Samurai Foi desenvolvido por Helio e Carlos Gracie e Luiz Franca
Desenvolvido no Japão Desenvolvido no Japão Desenvolvido no brasil
É um esporte e uma filosofia de vida É uma técnica de combate É um esporte e uma técnica de combate
Também conhecido como “The Gentle Way”, fornece uma abordagem diferente para técnicas de combate Foi desenvolvido como um meio de obter vantagem no campo de batalha contra um oponente armado Destina-se a dar às pessoas de um menor construído uma vantagem ao lutar contra um oponente maior
Lances e técnicas básicas de controle são importantes É um pouco mais violento Concentra-se em sparring e controle de seu oponente no chão
Gis mais solto para permitir aos oponentes uma pegada mais fácil Gis apertado para evitar que os oponentes agarrem com facilidade Gis reforçado para manter o uniforme durante o sparring

O judô é um esporte desenvolvido em 1882 no Japão pelo Dr. Jigoro Kano, presidente da Universidade de Educação de Tóquio. Em 1964, tornou-se a primeira arte marcial a ser incluída nos Esportes Olímpicos. Na tradução, Judo significa “O Caminho Gentil”. A técnica é uma adaptação das antigas práticas do Jiu-Jitsu.

O judô consiste principalmente em desenvolver técnicas de arremesso do oponente ao chão e formas de controlá-lo no solo. Isso implica agarrar seu oponente, fazendo-o perder o equilíbrio e, em seguida, mantê-lo em um estrangulamento, imobilizado no chão. Uma vez preso ao chão, o oponente deve se render ou corre o risco de deslocar o ombro com uma chave de braço ou desmaiar com o estrangulamento. Como um esporte, os pontos são concedidos por arremessos e por controlar o oponente enquanto ele está caído. Um judoca pode vencer uma partida com um arremesso perfeito ou dois arremessos quase perfeitos e 25 segundos segurando o oponente nas costas, além de outras variações.

A filosofia do Judô consiste em usar uma quantidade mínima de força necessária para derrubar o oponente. Isso implica o domínio das técnicas de judô e o tempo adequado. Uma pessoa que pratica Judo é chamada de Judokan. As sessões de treinamento são ministradas por instrutores de artes marciais e todos usam uniforme. Uma característica do Judô é que o kimono (Judogi – o uniforme) fica um pouco solto no corpo. Isso dá aos oponentes uma chance de uma boa pegada.

Dentre os diversos motivos pelos quais as pessoas praticam o Judô, alguns são a possibilidade de aprender técnicas de defesa pessoal, fazer um ótimo exercício, se socializar e até mesmo aprender a aplicar a filosofia do Judô em outros aspectos da vida.

Jiu-Jitsu é uma arte marcial japonesa e uma técnica de combate destinada a ajudar alguém a enfrentar um oponente armado enquanto desarmado ou armado com uma arma muito pequena. Ele remonta ao Japão Feudal e foi desenvolvido pelo Samurai. A ideia do Jiu-Jitsu é manipular a força do adversário contra ele.

Tradicionalmente, como o Jiu-Jitsu foi desenvolvido como uma técnica de combate que era usada no campo de batalha, também incluía ataques de nervos e órgãos vitais. Além das noções gerais de jogar o oponente no chão e imobilizá-lo, algumas técnicas usadas nas variações do Jiu-Jitsu são chaves, pegadas, golpes e chutes, mordidas e golpes nas articulações. Algumas escolas até permitem o uso de armas. O tipo de Jiu-Jitsu que você pratica depende da escola que você frequenta.

Os treinamentos são conduzidos por um instrutor de Jiu-Jitsu em uma instalação especial. Todos os participantes precisam usar uniformes justos ao redor do corpo, tornando difícil para o oponente agarrar e arremessar.

O Jiu-Jitsu brasileiro é fruto do judô. É um esporte de combate praticado em todo o mundo, com foco no grappling e luta no solo. Carlos e Helio Gracie e Luiz Franca foram os que transformaram o Jiu-Jitsu brasileiro em um esporte à parte. Eles aperfeiçoaram o estilo e os ensinamentos de Esai Maeda, chefe de uma colônia de imigração japonesa designada para o Brasil. Muitas pessoas que a praticam gostam do treinamento físico e do fato de que ajuda a construir o caráter.

O esporte é construído principalmente em torno dos fundamentos da luta de solo e é uma adaptação das técnicas do Jiu-Jitsu para serem utilizadas por pessoas de estatura menor. O foco está em obter a posição superior e, em seguida, aplicar estrangulamentos, bloqueios e agarres. Não existe trocação no Jiu-Jitsu. Como há muito sparring neste esporte, os gis (uniformes) são reforçados para suportar os rigorosos treinamentos.

Judo vs Jiu-Jitsu vs Brazilian Jiu-Jitsu

Então, qual é a diferença entre Judo, Jiu-Jitsu e Brazilian Jiu-Jitsu?

Para entender as diferenças entre eles, é melhor primeiro entender o que os conecta. Eles surgiram um do outro. Primeiro, teve o Jiu-Jitsu, desenvolvido no Japão Feudal como técnica de combate usada pelo Samurai. O judô foi desenvolvido no século 19 como uma técnica que mais tarde se tornou um esporte. O Jiu-Jistu Brasileiro surgiu de ambos porque com a promoção do Judô como esporte, as pessoas tomaram conhecimento dos princípios de seu precursor, o Jiu-Jitsu. A primeira escola de Jiu-Jitsu brasileiro foi inaugurada em 1925.

Eles também diferem em essência. O judô era um esporte e uma filosofia de vida, o Jiu-Jitsu era uma forma de combate e o Brazilian Jiu-Jitsu combina os dois (tanto a técnica de combate quanto o esporte).

O Jiu-Jitsu foi desenvolvido como forma de ganhar vantagem no campo de batalha contra um adversário armado. As técnicas praticadas no Jiu-Jitsu podem incluir enganar o oponente, morder, arrancar, golpear e chutar. Em sua forma original, incluía ataques de nervos e órgãos. O Judô foi desenvolvido dando uma abordagem mais suave às técnicas do Jiu-Jitsu. O Jiu-Jitsu brasileiro foi cunhado para se adequar ao estilo das pessoas menores na luta contra oponentes maiores.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *